JUVENTUDE FRANCISCANA

Regional NE B1 PE/AL

“Cremos no Cristo pobre, humilde e crucificado
que se identifica com os empobrecidos, marginalizados e oprimidos de nossa sociedade.
Propomo-nos lutar com todas as forças contra as situações alienadoras e egoístas (...)
do consumismo e da violência, e aquilo que dá sentido a vida:
a certeza da presença de Deus Justo e Bom no Mundo.”
(Manifesto da JUFRA do Brasil, 3. 16)
“Este é o dia que o Senhor fez para nós;
Alegremo-nos e nele exultemos!”
(Sl 117, 24)
Caros irmãos e irmãs jufristas
De todas as Fraternidades do nosso Regional PE/AL:
Paz e bem!
Movidos pela força que nos vem do Cristo Crucificado e Ressuscitado queremos saudar a todos/as, desejosos que esta mensagem chegue a cada irmão/ã jufrista do nosso Regional.
Mais uma vez queremos manifestar o desejo de chegarmos a cada irmão/ã, para refletirmos sobre a Experiência Pascal, recordando a importância de contemplarmos com um olhar de ternura e de gratidão este momento tão propício do Ano Litúrgico, aliás tão essencial em nossa caminhada, para que possamos com profundidade renovar a nossa fé no Deus da Vida e no Seu Mistério de Salvação.
Primeiramente, gostaríamos de partilhar com vocês que também temos percebido, nos últimos tempos, o quanto o Onipotente e Bom Senhor tem se feito presente em nossa caminhada e tem manifestado sua Graça entre nós! É com muita alegria que queremos celebrar a Páscoa de Cristo, neste ano, porque de modo especial o Senhor da Messe tem suscitado em nossos Estados de Pernambuco e Alagoas muitos jovens para seguir a Cristo como fizeram Francisco e Clara de Assis. Inúmeras têm sido as esperanças que têm brotado em nosso meio, quando observamos quantas novas fraternidades têm surgido entre nós. Dom de Deus para nós, Dom que deve ser bem acolhido, cuidado, nutrido e regado por todos, assim como Clara que, considerando-se uma plantinha de Francisco, sentia-se nutrida e cuidada por ele.
De fato podemos dizer que essa nova realidade que temos à nossa frente nos traz muitas esperanças e, por isso mesmo, deve ser vista como um Sinal de Ressurreição, de Vida Nova: vida nova para o nosso Regional e vida nova para toda a Juventude Franciscana do Brasil, que tem se alegrado com o significativo crescimento numérico de fraternidades em nosso Regional. Por isso, não nos esqueçamos de louvar a Deus nesta Páscoa, também por novos irmãos e irmãs que Ele tem suscitado a partilhar desse mesmo carisma conosco! Por tudo isso, louvemos ao Senhor!
Todos esses acontecimentos nos levam a crer que sempre de novo Deus desperta novos jovens a abraçarem a ‘experiência fundante’ da JUFRA, o que nos vem do próprio chamado que Francisco acolheu e se reviveu nas origens da própria JUFRA, que com o tempo se constituiu a verdadeira identidade do jufrista e vem sendo recriada para que a JUFRA seja hoje “um luminoso ideal de vida” e sinal de transformação, a fim de tornar seu testemunho significativo para a vida da Igreja e da sociedade.
Aqui, cabe-nos lembrar de que a experiência de Deus, que fazemos na JUFRA é uma experiência franciscana e que esta se insere numa experiência maior e mais abrangente: A EXPERIÊNCIA CRISTÃ. Foi essa a experiência que Francisco de Assis fez, e a fez tão profundamente e tão radicalmente, que o levou a amar sua Igreja e todos os que fazem parte dela. Apesar de todas as contradições da sua época, acreditava que podia fazer diferente, que podia fazer ‘evangelicamente’, estando inserido na Igreja e se posicionando dentro e a partir dela!
Essa é a experiência à qual a celebração da Páscoa pode nos conduzir: a um processo constante de retorno ao nosso ideal, à nossa ‘experiência fundante’!
Temos realmente nos lançado nessa experiência? A nossa vida tem sido um testemunho autêntico da pessoa do Cristo Crucificado e Ressuscitado e da experiência que fazemos dele em nossa vida? O que ainda nos falta para vivermos essa experiência com maior radicalidade e ousadia, em nossas fraternidades?
Que nesta Páscoa, à luz dessa experiência de abraçar a cruz de Cristo e a vida nova que brota dela, possamos nos unir a tantos irmãos que carregam a sua cruz e sofrem as dores da injustiça e da exclusão que o sistema capitalista lhes impõe, sistema este que muitas vezes o legitimamos, por causa da nossa omissão e da falta de uma maior consciência crítica sobre a realidade que nos cerca, sobre a sociedade em que vivemos!
Que à luz do Acontecimento Pascal, a Juventude Franciscana renove e fortaleça, e faça nascer onde ainda não é visível, a sua missão de ser um sinal de transformação, capaz de realizar na sociedade a Páscoa: a Passagem, dos sinais de morte – individualismo, desigualdade, injustiça... – para os sinais de vida – fraternidade, solidariedade, justiça, paz...
Que o Senhor Jesus Cristo, que confiou a nós a Sua missão libertadora e salvadora, nos abençoe, nesta Páscoa e sempre, nos concedendo a graça de, por mais um Ano Pascal, abraçarmos, como fraternidade, esta Sua Missão.
Feliz e abençoada Páscoa!
Fraternalmente,
Frei Wellington Buarque de Souza, OFM
Assistente Espiritual para a JUFRA e OFS
Regional NE B1 (B2) – PE/AL
Lucianita Macena da Silva
Secretária Fraterna Regional – NEB1 – PE/AL
Ipojuca e Pesqueira/PE, 08 de abril de 2012.
Na Solenidade da Páscoa de Nosso Senhor.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário



JUVENTUDE FRANCISCANA - JUFRA
Regional Nordeste B1 - PE/AL

Rua Antônio Menino, 300.
Divinópolis, Caruaru/PE. CEP 55.010-210
jufraneb1@gmail.com

Copyright ©