JUVENTUDE FRANCISCANA

Regional NE B1 PE/AL

Mística do Congresso da Juventude Franciscana – CORJUFRA 2014

De fato, já não somos andarilhos e nem tampouco jovens sem norte, sem direção. A providência do nosso Bom Deus quis que neste final de semana estivéssemos aqui, não para conhecermos um novo lugar e nem tampouco nos confraternizarmos necessariamente, mas simplesmente, ficar conosco. Foi Ele mesmo que escolheu este lugar, antes mesmo de nós enquanto Regional escolher. Quando aqui chegamos; Ele já estava nos esperando para olhar em nossos olhos com amor. Meus amigos! Assim, posso chama-los, pois não há nada a ser escondido, mas manifestado. Sim. O amigo sabe o segredo do seu amigo. Não há sombras, apenas luz. Assim sendo, olhemos uns para os outros e nos percebamos enquanto juventude franciscana. Não somos um grupo de jovens. - Não! - Não somos um grupo de colegas! - Não! - Somos irmãos! Parece difícil entender, mas é simples... “como é bom saber que não estamos sozinhos”. Não, enquanto gueto ou porque somos melhores que outros, mas porque nos reconhecemos na proximidade do nosso amigo Jesus que quis que estivéssemos próximos uns dos outros. Esta deve ser a nossa primeira certeza. A proximidade de Deus. Emanuel – Deus conosco. Não apenas comigo, mas conosco. E isto é deve ser fonte de alegria indizível. 
Alegremo-nos! Somos irmãos! Gostaria nesta mística deixar uma imagem que identifica a beleza de que somos irmãos, e quanto isso deve ser um apelo constante em nossa vida. Vejamos! Imaginemos que aqui onde estamos seja um imenso forno de uma padaria. O padeiro – “pradeiro” – se posso assim dizer, em outras palavras: O Pai preparou a massa, convidou a cada um de nós pelas escrita dos irmãos que nos dirigem. O Pai é tão atual que até pelos meios de comunicação nos chamou; lá no facebook quando baixamos a carta de convocação. Ele, de fato, preparou a massa, sovou e salgou. E chamou-nos aqui. O desejo do Pai é que a massa cresça. Que no forno ganha forma de pão. Sim! Estamos ganhando forma. Veja que tão grande graça! Quando chegar ao final do congresso é hora de tirar o pão do forno. Sim! Já não seremos mais massa, porque massa não tem singularidade, mas mistura. Basta nos lembrarmos de uma torcida num campo de futebol. Quem grita é uma massa. E não uma pessoa. O nosso bom Deus faz diferente. Ele não quer massa. A massa da nossa juventude. Ele deseja que sejamos pão. Tenhamos forma. Tenhamos identidade. Quando alguém olhar para nos deve reconhecer que somos pão. E sem medo, e como bastante alegria posso dizer: o desejo de Deus e que quando as pessoas olharem para nós reconheça que somos irmãos. E ainda mais que nós mesmos nos reconheçamos como irmãos.
Irmãos! Alegremo-nos! O nosso irmão Francisco sabia que sua vida só seria autentica e reconhecida se ele tivesse o aval da fraternidade, ora dos irmãos. Sem a Trindade Santa nada podemos fazer! Sem os cristãos nada podemos fazer! Sem nossos irmãos das fraternidades locais nada podemos fazer! Sem os nossos irmãos do regional ou do nacional ou da OFS nada podemos fazer! Sem eles seremos apenas jovens que admiram um carisma. Isso é muito pouco. Devemos reconhecer a beleza das nossas diferenças, e ao mesmo tempo, a riqueza que possui cada um. A beleza deste que carisma – sermos irmãos – será como um rio que deságua sempre para o mar quando for abraçado por todos e com paixão. Alegremo-nos! Vede que graça o Altíssimo nos concedeu. Sermos irmãos!
Por fim, o quão importante termos um olhar contemplativo. Sabe por quê? - Pergunto a vocês: qual o nome da cidade que sedia este Congresso? Pão de Açúcar. Nada é mera coincidência! É providência. Sejamos, pois pão! E ainda vamos por um pouco de açúcar. O Açúcar da cortesia! Da doçura de corações dóceis ao Espírito do Senhor. Acho que isso basta! Para dizer a nós mesmos o quão bom é sermos irmãos! Deus preparou Pão de Açúcar para ser a nova Belém – A casa do pão. É aqui que ele nos esperou para nos ensinar a alegria em sermos irmãos. E é daqui que vamos partir para partir o pão para aqueles que ainda não o reconheceram o Cristo no partir do pão. Irmãos vamos partir o pão!




Frei Dennys Santanna
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário



JUVENTUDE FRANCISCANA - JUFRA
Regional Nordeste B1 - PE/AL

Rua Antônio Menino, 300.
Divinópolis, Caruaru/PE. CEP 55.010-210
jufraneb1@gmail.com

Copyright ©