Pular para o conteúdo principal

Destaques

VI Encontro do Distrito Agreste - CONVITE

VI Encontro do Distrito Agreste do Regional NE B1-PE/AL Bom Conselho/PE 12, 13 e 14 de janeiro de 2018.
Tema: “Jovens protagonistas na construção de um mundo novo” Iluminação Bíblica: “Ser Sal da Terra e Luz do Mundo” (Mt 5, 13-14)
CONVITE
Pesqueira-PE, 05 de dezembro de 2017.
Caríssimos Irmãos e Irmãs do nosso tão querido e alegre Distrito Agreste, Paz e bem!

É com imensa alegria que convidamos vocês para o nosso VI Encontro do Distrito Agreste, que acontecerá nos dias 12, 13 e 14 de janeiro de 2018, na cidade de Bom Conselho/PE
O Tema será: “Jovens protagonistas na construção de um mundo novo”, ser jovem protagonista é algo que nos jufristas procuramos vivenciar todos os dias em nossas vidas, sendo exemplo e levando o evangelho a todos, seguindo sempre os passos de nosso seráfico Pai São Francisco, neste encontro vamos refletir sobre o tema proposto e sobre nossa caminhada, enquanto distrito Agreste e fortalecer ainda mais os laços de fraternidade que já existem em nossos corações.
A…

17 de Setembro - IMPRESSÃO DAS CHAGAS DE SÃO FRANCISCO


Hoje (17) celebramos a memória do misterioso prodígio e dom concedido por Deus a São Francisco no Monte Alverne: a impressão das Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo em São Francisco de Assis. Os Estigmas são o selo divino àquele que buscava imitar o Cristo com todas suas forças desde o dia de sua conversão.

Francisco vivia fascinado pelo Cristo que veio para realizar a vontade do Pai e se fez obediente até a morte, a morte de cruz. Aqui está a explicação por que o santo usava o Tau. Este lhe lembrava a cruz, sinal de salvação, da bondade e da misericórdia divina para conosco. Francisco muitas vezes orou ao Pai, pedindo provar no seu corpo as dores do Senhor Jesus e sentir tão grande amor pelo Crucificado como Ele sentiu por nós. E de fato aconteceu:

Era madrugada do dia 14 de setembro de 1224, festa da Exaltação da Cruz.

Durante suas meditações, Francisco viu a figura de um homem com seis asas, semelhante a um serafim, pregado a uma cruz, e à medida que continuava na contemplação, que lhe dava imensa felicidade, mas era sombreada de tristeza, sentiu se abrirem em seu corpo as feridas que o tornaram uma imitação do próprio Cristo crucificado. Foi, dessa forma, o primeiro cristão a ser estigmatizado, mas enquanto isso lhe trazia alegria, sendo um sinal do favor divino, foi-lhe motivo de muito embaraço e sofrimento físico.

Sempre tentou ocultar os estigmas com faixas e seu hábito, e poucos irmãos os viram enquanto ele viveu. Eles lhe causavam muita dor e com isso dificultavam seus movimentos, além de sangrarem com frequência. Muitas vezes teve de ser carregado por não poder andar, ou teve de viajar sobre uma mula, o que não era do seu agrado por achar que era um luxo.

As chagas em seu corpo não são, senão, a aprovação divina e a resposta ao seu ardente desejo de sentir em sua carne os sofrimentos do Crucificado.

São Francisco das Chagas, rogai por nós!

Comentários